2º CAMPEONATO DE PIPA: SECRETARIA DE CULTURA, ESPORTE E LAZER PROMOVE PALESTRA SOBRE CEROL E LINHA CHILENA

 

Publicado em: 20/08/2019 08:55 | Fonte/Agência: Assessoria de Comunicação

Whatsapp

 

Cerca de 600 alunos da rede municipal de ensino das escolas: José Maria Bastos Garcia, Poliana Ziza Ferreira e Marechal Castelo Branco, nesta sexta-feira, 16 de agosto, participaram no CREF, de palestra sobre a conscientização dos perigos do uso de cerol e da linha chilena em pipas.

Falaram sobre o tema, Alessandro Teixeira - técnico de segurança da Prefeitura, a Policia Militar do município e Loriedro Ribeiro - coordenador do Hospital do Amor em Fronteira.

Na abertura, a secretaria da pasta - Cristiane Alves, falou aos alunos, que o 2º campeonato de pipa, também tem caráter solidário, e as crianças podem trocar a cada 50 tampinhas por 1 pipa e 1 squeeze.

OUTRA AÇÃO

A escola ou grupo que conseguir juntar mais tampinhas, ganhará uma bicicleta. Ao todo serão 3 bicicletas destinadas as escolas e 2 para o sorteio de todos que fizerem sua inscrição para o Campeonato.

“No dia 18 de agosto, – na feira livre de nossa cidade, teremos a blitz de conscientização, com a participação da secretaria, da equipe do Hospital do Amor, da PM, do Moto Clube Águias de Cristo.

PREFEITO MUNICIPAL

Na parte da tarde, mesmo com uma agenda repleta de compromissos, o prefeito Marcelo Passuelo (MDB) fez questão de assistir a palestra e salientar a importância da precaução ao soltar pipas. "Eu me recordo que quando criança, essa era uma de nossas maiores diversões, porém não havia o risco do uso do cerol ou da linha chilena, espero que tudo que foi dito aqui hoje, vocês levem pra vida de vocês", finalizou o prefeito, muito feliz ao presentar algumas crianças com pipas.

ALERTA

O cerol é uma mistura de cola de madeira com vidro moído, que as crianças passam nas linhas das pipas para que consigam cortar a linha de outras pipas, em uma espécie de competição ou disputa. Entretanto, ela pode cortar mais do que só uma linha. O cerol, também, possui algumas modificações, como conduzir eletricidade quando toca nos fios de alta tensão dos postes, causando choques elétricos e até a morte.

A linha chilena corta até quatro vezes mais que o cerol. Para a fabricação da linha chilena utiliza-se óxido de alumínio e quartzo moído, conferindo um poder cortante muito grande.

Tanto o cerol quanto a linha chilena, podem ser facilmente encontradas em algumas lojas, mesmo que a venda seja proibida. Para que seja difícil identificar a utilização da linha chilena caso haja uma fiscalização da polícia, as crianças colocam a pasta só em cima, perto da pipa. Mesmo diminuindo o tamanho do perigo, ele ainda existe.

PERIGOS E ACIDENTES

O risco não é só para quem faz a utilização dos produtos, mas para todos que estão ao redor. Motociclistas e ciclistas: algumas vezes, a pipa pode ficar descontrolada e acabar abaixando. A esticada pode atingir motociclistas ou ciclistas que passam na rua e acabar causando um corte no pescoço ou outra parte do corpo. Todos os anos, nesse mesmo período, são registrados vários casos de pessoas atingidas por cerol ou linha chilena.

Atropelamento: há também, o risco de atropelamento das crianças. Quando conseguem cortar a pipa e ela cai, eles saem correndo em direção à ela e, muitas vezes, não se dão conta dos carros.

No encerramento foi distribuído um panfleto informativo a todos os participantes. A população pode denunciar o uso ilegal de cerol ou linha chilena por meio dos telefones:
(34) 3428–2064 / (34) 99188-7718 / 190

Uma parceria Prefeitura Municipal de Fronteira, Polícia Militar, Águias de Cristo, Hospital do Amor.